DESTAQUE

Canteiros de obras e Frentes de Serviços das Subcontratadas da Concessionária Via Bahia foram paralisados por falta do cumprimento das Normas de Saúde e Segurança do Trabalho

24 de outubro de 2014
Fonte: Assessoria de Comunicação do Sintepav Bahia

 Durante as inspeções, foram identificados vários problemas, sobretudo, descumprimentos das normas e cláusulas de SST

Durante as inspeções, foram identificados vários problemas, sobretudo, descumprimentos das normas e cláusulas de SST

O Departamento de Saúde e Segurança do Trabalho (DSST) do Sintepav-BA e a equipe de Feira de Santana, realizaram  nos dias 23 e 24 de outubro, inspeções de segurança nos canteiros de obras e frentes de serviços das empresas subcontratadas da Concessionária Via Bahia, localizadas entre a BR 324, Feira de Santana, Santo Estevão, Ipirá, Itaberaba, Taité e BR 116 Sul,  com o objetivo de verificar “in loco” as reais condições de trabalho.

As atividades dessas empresas só serão retomadas, após a regularização de todos os problemas identificados

As atividades dessas empresas só serão retomadas, após a regularização de todos os problemas identificados

Durante as inspeções, foram identificados vários problemas, sobretudo, descumprimentos das normas e cláusulas de SST nas empresas: NH ENGENHARIA, CASA PRONTA, FCS CONSTRUTORA E PAVIA, sendo esses:  Falta de EPI´s e EPC´s- Equipamentos de proteção individual e Coletiva; Ausência de Sinalizações viária de segurança;  Ausência de Técnico de Segurança e de profissionais qualificados e em serviços de sinalização viária; Inexistência de áreas de vivência (falta de sanitários químicos, ambulatório médico, local para refeição e descanso dos trabalhadores, entre outros).

“O objetivo das inspeções é detectar possíveis problemas ou situações que possam contribuir para ocorrência de danos à saúde, meio ambiente do trabalho e situações potencialmente geradoras de riscos de acidentes em determinadas atividades”, explica a coordenadora do DSST do Sintepav BA, Cleide Sousa.

As atividades dessas empresas só serão retomadas, após a regularização de todos os problemas identificados.

 

* Com Informações do DSST Sintepav Bahia

 


NOTÍCIAS

Reunião debate criação da Rede Sindical de Promoção a Igualdade Racial no Mundo do Trabalho

24 de outubro de 2014
Fonte: Assessoria de Comunicação do Sintepav Bahia

O assessor de formação do Sintepav BA, fala sobre a criação da Rede Sindical de Promoção a Igualdade Racial no Mundo do Trabalho

O assessor de formação do Sintepav BA, fala sobre a criação da Rede Sindical de Promoção a Igualdade Racial no Mundo do Trabalho

Aconteceu hoje (24), na sede da Força Sindical Bahia, em Salvador, a reunião para a apresentação do projeto de criação da Rede Sindical de Promoção a Igualdade Racial no Mundo do Trabalho. O objetivo é fomentar uma rede de discussão com os diversos sindicatos que são filiados à Força Sindical, para o combate ao racismo no muno do trabalho.

 Nair Goulart, Presidente da Força Sindical Bahia; Victor Costa, Secretário de Políticas Raciais da Força Sindical Bahia e do Sintepav BA; Cristiano Freitas, Assessor de Formação do Sintepav BA; Sara Regina, Assessora de Comunicação do Sintepav BA e

Mônica Céo, assessora especial da Presidência da Força Sindical Bahia discutiram a construção da rede.

 A reunião contou com representantes do movimento sindical

A reunião contou com representantes do movimento sindical

 De acordo com Victor Costa, a Rede irá fomentar no mundo do trabalho, principalmente nas áreas de representação sindical a discussão sobre a igualdade de oportunidades e também a noção de promoção e ascensão de negros e negras nos postos de trabalho.

 Cristiano Freitas, responsável pela apresentação do projeto, aponta que é imprescindível que a discussão sobre a luta do movimento negro não se resuma apenas ao mês de novembro. “É preciso ter um trabalho contínuo de debate de estratégias, indicar caminhos e a Rede terá um papel fundamental nesse cenário”.

 Para Nair Goulart, construir a Rede é passo importante para discutir a discriminação racial no mundo do trabalho. “É preciso implementar políticas específicas, lutar contra a discriminação no acesso ao emprego e na ocupação, lutar pela ascensão interna nas empresas e promover a igualdade racial, articulando estratégias sindicais para inserir cláusulas nas negociações coletivas, como cotas raciais para a contratação de trabalhadores.”.

  O próximo encontro será realizado na quarta-feira, dia 29, às 14h, novamente no auditório da Força Sindical Bahia.