Trabalhadores da Construção Pesada podem deflagrar greve

 

A categoria poderá paralisar as atividades por tempo indeterminado, entre elas, a obra do metrô de Salvador

Diante de um quadro de pauta regressiva, em que o patronato não aponta flexibilidade para avançar nas negociações coletivas, o Sintepav Bahia (Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial da Bahia), realiza nesta sexta-feira (06), às 07h, em frente ao Parque de Exposições de Salvador, assembleia geral com os trabalhadores da construção pesada, para tratar das negociações e definir os rumos da Campanha Salarial 2018. Participarão da assembleia os trabalhadores da obra do Metrô de Salvador, Consórcio Transoceânico, 29 de Março, Consórcio Jaguaripe, Parque Trobogy, entre outras. Durante a assembleia as obras estarão com as atividades paralisadas.

A Campanha Salarial 2018 com data base em 1º de março, tem o mote Resistir para Conquistar. Os trabalhadores reivindicam o reajuste salarial, Cesta Básica, manutenção das conquistas das Convenções Coletivas de Trabalho (CCT) anteriores, além da negociação dos acordos específicos para algumas empresas observando as condições mais favoráveis. A paralisação poderá comprometer o calendário de entrega de importantes obras com prejuízos para a população, cuja responsabilidade é dos empresários e não dos trabalhadores da Construção Pesada.

O presidente do Sintepav BA, Irailson Warneaux (Gazo) e toda a diretoria destaca que diante do quadro de negociações se faz necessário enrijecer algumas posições necessárias para os avanços da categoria e lamenta a posição do Sinicon de não chegar a um acordo, o que poderá levar os trabalhadores à greve. “No momento que vivemos problemas no âmbito conjuntural em que a nova lei trabalhista retraem direitos historicamente construídos, precisamos agudizar o desenvolvimento econômico da Bahia e a atitude de setores do empresariado, que pensa no lucro instrumental em detrimento dos interesses dos trabalhadores e da Bahia, é deplorável e contra o desenvolvimento”, destaca Gazo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *