Após assembleia, trabalhadores da construção pesada de Salvador mantêm greve; categoria está parada há 13 dias

19 de abril de 2018
Fonte: G1 BA

 

De acordo com Sindicato, algumas obras estão suspensas na cidade, incluindo a da Linha 2 do metrô. No entanto, governo informou que obra deve ser entregue até a segunda.

 

Os trabalhadores da construção pesada de Salvador decidiram manter a greve da categoria, que já dura 13 dias, durante uma assembleia realizada na região do Campo da Pólvora, na capital baiana, na manhã desta quinta-feira (19).

A informação foi divulgada ao G1 pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial da Bahia (Sintepav). A categoria pede reajuste salarial e a manutenção de direitos adquiridos na última convenção trabalhista, como o recebimento de cesta básica.

De acordo com o Sindicato, não há previsão para o término da greve. No entanto, uma nova assembleia será realizada no Campo da Pólvora, na manhã de sexta-feira (20), para definir os rumos do movimento.

Segundo o Sintepav, algumas obras na capital baiana estão paradas por conta da greve, incluindo a da Linha 2 do metrô. No entanto, em nota, o governo estadual informou que a estação Aeroporto será entregue pela construtora até a segunda-feira (23). Segundo o comunicado, em seguida, o governador vai definir uma data para a inauguração.

Outra obra afetada, conforme o Sintepav, é a de ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Salvador/Lauro de Freitas, no bairro de Pituaçu, na capital baiana. Em nota, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informou que vai acionar a prefeitura para minimizar os transtornos, na área da intervenção, em um trecho da Rua Manoel Antônio Galvão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *