A História

A HISTÓRIA1

Arquivo Sintepav BA

Arquivo Sintepav BA

Após a Constituição de 1988, quando o Ministério do Planejamento e Orçamento da União dividiu o ramo da construção em civil e pesada, os trabalhadores, que já erguiam obras de extrema importância para o País, puderam se organizar sem a intervenção estatal.

Em 1992, como resultado das lutas sociais e políticas dos trabalhadores da construção, nasceu o Sintepav – Bahia (Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial do Estado da Bahia).

No ano de 2004, rompendo com o imobilismo político e a prática sindical conservadora das direções passadas, os trabalhadores elegeram a nova diretoria. Em 2005, a nova direção do Sintepav iniciou o processo de construção de vínculos coletivos e unificou, por identidade de classe, os trabalhadores da construção pesada e montagem industrial do Estado da Bahia para enfrentar os desafios de um novo tempo político do sindicato. A partir de então, ocorreram grandes mobilizações da categoria em todo Estado, promovendo alterações na relação com o capital e com as ações como atuação dos sujeitos históricos. Houve também mudanças no imaginário e na consciência da categoria, elevando seu poder de conquistas.

Chegando a sua maior idade e amadurecido, atualmente, o Sintepav-Bahia está engajado na luta pela Redução da Jornada de Trabalho de 44 horas para 40 horas semanais, sem redução de salários; no combate ao trabalho infantil; combate à discriminação racial e pela
igualdade de oportunidades para as mulheres no mercado de trabalho.

Representante dos trabalhadores da construção pesada, o Sintepav, que defende os direitos da categoria junto às empresas do segmento, está presente no interior do Estado, através de suas sete sub-sedes, localizadas nas cidades de Camaçari, Caetité, Eunápolis, Ipiaú, Senhor do Bonfim, São Roque do Paraguaçu e Itabuna.

O Sintepav protagoniza os momentos importantes de decisões da categoria. Suas ações são reconhecidas pelos diversos meios de comunicação do País, que ajudam a difundir os ideais trabalhistas. O Sintepav, através do Curso de Formação Sindical e através da realiza
ção de Seminários de Saúde e Segurança do Trabalhador, realiza um trabalho de qualificação dos seus dirigentes sindicais para que eles exerçam uma maior intervenção qualitativa no debate pelo direito, prestigiando e dignificando, assim, os trabalhadores da construção pesada.

Em março de 2014, os trabalhadores tiveram o poder de voto e puderam exercer mais uma vez a democracia e elegeram a Chapa 1 – Das lutas e vitórias com 98,9% dos votos e, mais uma vez, foi reafirmado o caráter classista da atual direção.

Ao longo desses anos, os trabalhadores têm reafirmado o papel de protagonistas na luta por justiça social e por melhores condições de vida, e é com essa meta que os novos diretores estão dando continuidade ao trabalho desenvolvido pelo Sintepav, com compromisso e unidade política na luta em defesa dos direitos das centenas de trabalhadores.

Comentários estão fechados