Sintepav BA lança a Campanha Salarial 2020 com milhares de trabalhadores da construção pesada

Trabalhadores da Obra Av. 29 de Março da OAS paralisam as atividades por atraso nos Salários
CENTRAIS SINDICAIS FAZEM NESTA SEXTA NOVO ATO PELA VIDA, PELO EMPREGO E FORA BOLSONARO
Proposta cria renda permanente de R$ 600 para pessoas em situação de vulnerabilidade

3 de fevereiro de 2020
Fonte: Assessoria de Comunicação Sara Regina

 

Milhares de trabalhadores participam do lançamento da Campanha Salarial 2020.

 

Resistir pelos Direitos, Salários e Democracia foram as palavras ecoadas pelo centro de Salvador na sexta-feira (31), durante o ato de lançamento da Campanha Salarial 2020 e realização de assembleia sobre perspectivas de emprego. Após realização de assembleia na Praça do Campo da Pólvora, os aproximadamente 1.000 trabalhadores realizaram uma caminha até a Câmara de Vereadores de Salvador.

O ato contou com os desempregados do setor da construção e trabalhadores das obras do BRT de Salvador, 29 de Março, Consórcio Transoceânico, obras de terraplanagem, saneamento básico, entre outras. A Campanha Salarial 2020 tem data base em 1º de março e o mote Resistir pelos Direitos, Salários e Democracia Resistir pelos Direitos, Salários e Democracia.

De acordo com o presidente do Sintepav BA, Irailson Warneaux (Gazo), o sindicato deseja uma agenda de negociação que distribua a riqueza e que valorize socialmente o trabalho. “Nós temos toda a disposição para negociar com o sindicato patronal, estaremos na mesa com o espírito desarmado e esperamos que o sindicato patronal também venha a mesa com o espírito desarmado para que a gente possa fazer uma boa negociação e a gente não tenha que ir a greve em nosso setor, porque se o patronal não demonstrar essa boa vontade de negociar, nós iremos parar todas as obras do estado da Bahia para manter nossas conquistas e aumentar nossos direitos”, destaca Gazo.

Confira as principais reivindicações:
Reajuste salarial 6%;
Cesta básica R$ 500,00;
Horas extras 100% aos sábados, domingos e feriados;
Saúde e segurança no trabalho;
Manutenção do aviso prévio indenizado;
Manutenção do contrato de experiência de 30 dias;
PLR;
Assistência médica.

Os dirigentes do Sintepav BA na luta por Direitos, Salários e Democracia.

 

Diversos veículos de comunicação cobriram o ato.

COMMENTS