Descumprimento dos direitos dos trabalhadores causa paralisações de advertência em obras de Salvador

Governador da Bahia anuncia prorrogação de medidas restritivas por mais 48 horas

12 de maio de 2021
Fonte: Assessoria de Comunicação Sintepav Bahia

 

As paralisações ocorreram no Consórcio Transoceânico, na obra 29 de Março, linha 1 do BRT e no tramo 3 do metrô

O Sintepav BA realizou na semana passada, paralisações de advertência em obras de Salvador, devido ao descumprimento dos direitos dos trabalhadores. No Consórcio Transoceânico a paralisação foi motivada pelo atraso no pagamento dos salários, cestas básicas e vales transporte. Na obra 29 de Março, realizada pela empresa OAS, existe atrasos nos saldos dos salários, vales transporte e cestas básicas.

As paralisações também ocorreram na Linha 1 do BRT, realizada pela empresa Camargo Corrêa, devido a falta do pagamento de 30 horas da PLR de 2020 e no Tramo 3 do metrô, por falta de negociação da PLR e assistência médica. De acordo com o presidente do Sintepav BA, Irailson Gazo, as paralisações que tiveram a duração de um dia, teve o objetivo de demonstrar para as empresas que os trabalhadores não aceitarão o descumprimento dos seus direitos. “O sindicato luta diariamente em defesa do cumprimento dos direitos da categoria e a mobilização dos trabalhadores é fundamental para a resolução dos problemas”, destaca Gazo.

COMMENTS