Descumprimento dos direitos dos trabalhadores causa paralisações de advertência em obras de Salvador

Lula parabeniza Biden por defender quebra de patente: “Decisão histórica”
SIMM oferece 106 vagas de emprego nesta segunda
Centrais sindicais repudiam bloqueios e falam em prevaricação de órgãos de segurança

12 de maio de 2021
Fonte: Assessoria de Comunicação Sintepav Bahia

 

As paralisações ocorreram no Consórcio Transoceânico, na obra 29 de Março, linha 1 do BRT e no tramo 3 do metrô

O Sintepav BA realizou na semana passada, paralisações de advertência em obras de Salvador, devido ao descumprimento dos direitos dos trabalhadores. No Consórcio Transoceânico a paralisação foi motivada pelo atraso no pagamento dos salários, cestas básicas e vales transporte. Na obra 29 de Março, realizada pela empresa OAS, existe atrasos nos saldos dos salários, vales transporte e cestas básicas.

As paralisações também ocorreram na Linha 1 do BRT, realizada pela empresa Camargo Corrêa, devido a falta do pagamento de 30 horas da PLR de 2020 e no Tramo 3 do metrô, por falta de negociação da PLR e assistência médica. De acordo com o presidente do Sintepav BA, Irailson Gazo, as paralisações que tiveram a duração de um dia, teve o objetivo de demonstrar para as empresas que os trabalhadores não aceitarão o descumprimento dos seus direitos. “O sindicato luta diariamente em defesa do cumprimento dos direitos da categoria e a mobilização dos trabalhadores é fundamental para a resolução dos problemas”, destaca Gazo.

COMMENTS